terça-feira, 30 de agosto de 2011

Líder do PR assina CPI que pode investigar ex-ministro do partido

O líder do PR na Câmara, Lincoln Portela (MG), assinou hoje (23/08/2011) o requerimento de criação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Corrupção, cujo objetivo é investigar, entre outros assuntos, denúncias de irregularidades no Ministério dos Transportes. A pasta esteve sob o comando do partido de Portela entre 2003 e julho deste ano. O atual ministro, Paulo Sérgio Passos, é filiado ao PR, mas o partido não o considera uma liderança da sigla e já estudou até a sua desfiliação.

A decisão foi tomada duas semanas após o presidente do PR e ex-ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, declarar que o partido não fazia mais parte da base aliada no Congresso e votaria, a partir de então, de forma independente. Na quinta-feira, Portela afirmou que foi procurado e convidado pela ministra Ideli Salvatti (Relações Institucionais) para voltar a integrar o bloco governista na Câmara.

A coleta da assinatura de Portela foi feita pelo próprio líder do PSDB na Câmara, Duarte Nogueira (SP). Segundo ele, agora o requerimento já conta com 122 assinaturas. Para uma CPI ser aberta é necessário o apoio de, no mínimo, de 171 deputados. "Ele é que nos procurou. Estava muito chateado com algumas coisas", disse Duarte. Depois do líder, agora queremos contar com a assinatura de todos os deputados do PR", completou o tucano. A bancada conta, atualmente, com 40 deputados em exercício

Nenhum comentário:

Postar um comentário